Qual o papel de um sócio dentro de uma empresa?

Você sabe qual o papel de um sócio em uma empresa? Caso a resposta seja não, fique tranquilo muitas pessoas não sabem. Se você deseja empreender, deve ter em vista como funcionam as sociedades e como estas devem atuar para que o negócio possa funcionar, pensando nisso hoje trabalharemos sobre os papéis atribuídos ao sócio dentro de uma empresa, se você tem alguma dúvida neste tema, continue a leitura.

O perfil do sócio em uma empresa

Se você está pensando em iniciar uma sociedade limitada (LTDA) deve ter em mente quais são seus direitos e deveres como sócio. Quando duas ou mais pessoas decidem abrir uma empresa, passam a ser compreendidas como uma pessoa jurídica. E ao serem vistas dessa forma tomam para si uma serie de obrigações assumidas pelos sócios no ato de assinatura do contrato social da empresa. A pessoa jurídica só deixará de existir quando a sociedade for encerrada.

Neste ponto podemos compreender o perfil do sócio de uma empresa, sendo eles: O sócio proprietário e o sócio cotista.

O sócio proprietário é o empreendedor responsável pela criação da empresa, ou seja, é o próprio proprietário do negócio. Como forma de compartilhar as questões envolvidas na gestão do negócio, bem como os custos e trabalho, o que pode ser exercido pelo chamado sócio cotista ou investidor anjo.

O sócio cotista não está relacionado diretamente à administração do negócio e não possui responsabilidade no dia-a-dia da empresa, este modelo de sócio é aquele que investiu dinheiro de alguma forma na empresa.

Também chamado de investir anjo, pode ser visto como um profissional muito experiente que possui capital suficiente para investir em ideias que acredita. Este sócio participa de forma minoritária nos lucros do negócio e atua como um guia para as operações e tomadas de importância para o negócio.

O contrato social e a relação dos sócios para com o negócio

As partes devem estar cientes da composição do contrato social da sociedade, e que isso significa ceder seu próprio patrimônio para a construção do capital social. Os valores investidos que permitirão que as portas permaneçam abertas deve ser disponibilizado em documento.

Porém, se apenas uma das partes do capital for necessária para que o negócio se organize e possa funcionar, ou seja se apenas um dos sócios entrar com o montante inicial, o outro deve entregar sua parte conforme negociada previamente, se o sócio não cumprir com sua parte é chamado de remisso e poderá pagar indenização da quota acordada, com a inclusão de juros por atraso, podendo também ser expulso da sociedade.

Caso o sócio deseje desvincular-se do negócio e vender sua parte, em um prazo de até dois anos após concretizar e efetuar a venda, ainda ficará responsável pelas obrigações conjuntamente a quem adquiriu a empresa.

O sócio deve estar ciente de seus deveres

Como forma de evitar problemas legais, o sócio deve ter em mente sua responsabilidade solidária pelo capital social acordado. O sócio proprietário ou administrador da empresa é o responsável pelas obrigações tributárias da empresa.

De forma que, caso o dinheiro da companhia seja utilizado de forma indevida, este poderá responder judicialmente por isso, entretanto não se deve confundir má gestão com impossibilidade do gestor em manter recursos no caixa por exemplo.

Qualquer prática indevida será respondida por todos os envolvidos, com base no artigo 16 do Decreto n.3.708 de 1919.

Quais são as responsabilidades do sócio proprietário?

 Acreditamos que agora você consiga delinear melhor quais são as figuras do sócio proprietário e do sócio cotista, então falaremos de 5 atividades principais do sócio proprietário

Um bom líder lidera as estratégias de seu negócio

Existe um ditado popular que diz que o “olho do dono é o que engorda seu boi”, e refere-se ao cuidado necessário que deve ser dado a seus negócios, um bom líder caminhará junto a sua equipe, e será o principal responsável pela criação e cuidado das estratégias da empresa, pense que enquanto dono de seu negócio deverá estar na frente de batalha para que seu empreendimento tenha sucesso.

Conduzir sua equipe, ter planejamentos alinhados e conduzi-la para que resultados sejam gerados diariamente deve ser uma das prioridades do chefe proprietário.

Saber das finanças é importante para a empresa e para seu bolso

Esteja presente em sua empresa em todos os momentos, mas fique ainda mais no inicio de suas operações prestando atenção especial para sua área financeira, estando atendo a assuntos relativos à compras ou a saúde financeira de seus negócios.

Conheça o mercado como a palma da mão

Uma das principais obrigações do empreendedor é saber sobre o mercado em que seu negócio está inserido, fazendo um isso um trabalho junto a sua área de marketing e vendas, fornecendo informações de mercado, para que, as equipes aprendam os pontos fortes de seu negócio e saibam lidar com os concorrentes.

Divulgar a empresa

Um bom empreendedor deve ser a cara de sua empresa, mostrando como essa se destaca no mercado e com isso ampliar a sua rede de contatos e marcar presenças que fortalecem essas relações.

O dono deve ser o principal preocupado com a imagem de sua empresa, com isso deve prezar sempre pela reputação de seus negócios, lembre-se sempre de transmitir uma boa imagem, e lembre-se sua imagem refletirá sobre a imagem de seus negócios.

Saiba captar recursos

Antes mesmo de querer possuir uma equipe de vendas matadora, saiba gerir planos de ação e tome frente para que seu negócio continue a sobreviver no mercado. Lembre-se que para captar recursos é necessário saber vender, então antes mesmo de lançar uma ideia e cobrar resultados de sua equipe, pegue as rédeas de seu negócio e lembre-se que você deve guiar este barco.

Esperamos que este conteúdo possa tê-lo ajudado a clarear quais são os papéis dos sócios em um negócio, bem  como o proprietário deverá empenhar-se para fazer seus negócios decolarem. Tem mais alguma dúvida? Conte para a gente nos comentários e continue acompanhando nosso blog.