O que é preciso para ser um bom vendedor

Um bom vendedor, pode ser a peça-chave para o sucesso de uma empresa, uma vez que, estes além de produtos vendem ideias. Muitos acreditam que bons vendedores possuem o dom para convencer pessoas a comprarem um produto ou serviço, mas na verdade não é bem assim.

Características como extroversão, carisma e boa capacidade de comunicação otimizam as capacidades do vendedor, entretanto, você pode dominar técnicas que fazem o processo de venda tornar-se mais fluído.

Leia o texto e fique atento as sete práticas, que prometem ajuda-lo a vender mais e podem o ajudar a tornar-se um bom vendedor. Se você quer alavancar suas técnicas de venda e fechar negócios, esse texto é para você.

1.Estude, estude e estude

Você deve já ter ouvido a seguinte frase “conhecimento nunca é demais”, frase essa que não poderia ser mais verdadeira. O acesso à informação atualmente é muito mais acessível que no passado.

Tenha em mente que seu cliente realiza pesquisas constantes e chega com ideias concebidas sobre o que poderia solucionar seus problemas.

O bom vendedor é aquele que possui conhecimentos sobre o mercado e não somente sobre seu produto ou empresa.

Faça pesquisas constantes sobre a concorrência, as funcionalidades entre determinado produto ou serviço, o valor agregado a elas. Saber sobre o seu produto é essencial para vendê-lo, mas saber sobre o mercado lhe permitirá ter argumentos sólidos para explicar a importância daquilo que você oferece em relação a seus concorrentes.

2.Rapport: A técnica de quebrar gelo

 A palavra pode ser um pouco complicada, mas a técnica de rapport pode ser compreendida como “quebrar o gelo”. O rapport caracteriza uma conversa, com tom informal, onde se adquire informação sobre um assunto, sem que isso pareça um interrogatório. Fique atento: Pessoas aproximam-se de pessoas que elas conhecem confiam ou gostam.

Um bom vendedor, pode ter informações sobre o cliente antes da conversa, entretanto ao utilizar o rapport terá como confirmar as informações que coletou. Uma dica é a utilização da técnica SPIN, que ajuda a detectar se aquilo que é oferecido de fato poderá solucionar o problema do cliente. Conheça a técnica:

•  Situação: Perguntas que ajudam a entender o contexto da compra, os detalhes e o momento em que a empresa se encontra;

Problema: Quais são as dores do cliente? Como seus serviços podem ajudá-lo a resolver essa situação?

Implicação: Caso o problema não seja resolvido, quais seriam as implicações atreladas?

Necessidade de Solução:  Perguntas que fazem o comprador ajudar a entender como a solução proposta pode a resolver seus problemas.

3.Mais do que falar saiba ouvir

Entender as dores do cliente e os motivos pelos quais ele procurou seus serviços e não os do concorrente, vai além da técnica de venda e caracteriza-se como uma situação empática.

Muitas empresas sabem o que querem, sabem suas dores e chegam a sua empresa preparadas, outras empresas não. Um vendedor, que não é capaz de ouvir pode não entender realmente as necessidades do cliente e repete informações, que às vezes, o cliente pode já saber ou fornecer informações inadequadas para o momento, no qual este se encontra.

Ouça seus clientes e compreenda suas dores, busque sobretudo compreender, que sua solução pode ser a luz no fim do túnel que eles tanto procuravam.

Saber ouvir ajuda a gerar confiança e faz parte de um atendimento humanizado onde a relação comercial caminha junto do processo de criação de laços, fique atento a isso.

4.Eduque seu cliente

Muitos vendedores estão afoitos pelo processo de venda e acabam atropelando etapas, sua comissão é importante, mas é ainda mais importante que ela exista.

Atropelar o processo e querer oferecer soluções a problemas que o cliente nem mesmo percebeu possuir é fazer com que este evada do processo e provavelmente feche negócio com seu concorrente.

Lembre-se, que muito mais que somente um produto ou serviço, você vende uma solução. Clientes satisfeitos irão contar suas experiências a outras pessoas e clientes insatisfeitos também. Uma boa imagem e o entendimento empático de um processo, ajuda a evitar problemas futuros, para ambos os lados!

5.Seja persuasivo, mas também seja honesto

Compreenda que a honestidade pode andar lado a lado com a persuasão. Clientes não precisam ser enganados para comprar algo que não precisam, enganar clientes não será de nenhuma ajuda, muito contrariamente pode manchar a imagem de seu serviço e de sua empresa.

Entretanto, você pode utilizar seu poder de convencer pessoas. Visto que muitos clientes já estão conscientes da oferta ideal, que se encaixa em suas necessidades, mas se deixam ser convencidos como forma de comprovar o que já sabiam.

6.Um cliente bem-sucedido, faz com que sejamos vendedores bem-sucedidos

Um bom vendedor também está preocupado com o sucesso de seus clientes, visto que, o sucesso de seu cliente também é seu sucesso. Lembre-se um cliente satisfeito continuará a ser a melhor forma de propaganda dos seu produto ou serviço e continuará comprando.

O bom vendedor alcança metas também pela fidelização e clientes que voltam para comprar seus produtos ou por indicação de seus serviços.

7.Preocupe-se com o pós-venda

Muitos vendedores acreditam que seu trabalho termina quando o cliente adquiriu o que desejava-se vender, mas isso não funciona bem assim. Um bom pós-venda pode resultar em vendas futuras, pois fideliza-se o cliente.

O vendedor que se destaca é aquele que consegue entregar valor ao cliente. Lembre-se que às práticas levantadas aqui não são definitivas e únicas para ajudá-lo a tornar-se um bom vendedor, mas podem ajudá-lo a dar os primeiros passos.

O processo de vendas complexas é composto por diversos fatores e relaciona-se ao local, em que, o cliente se encontra no funil de alimentação. Fique atento a todos os estágios e tenha na ponta da língua o argumento ideal para clientes que se inserem em diferentes partes da negociação.

Desejamos a você boas vendas e esperamos que as dicas possam ajudá-lo. Se tiver alguma dúvida, fale conosco e não se esqueça de contar pra gente o que achou do texto.

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *