Meta S.M.A.R.T: saiba como fazer uma meta inteligente

Muitas vezes pensar em metas e objetivos parece ser, em tese, uma tarefa relativamente simples, afinal você normalmente tem algo em mente que deseja obter e para isso basta pensar em como realizar e colocar em prática.

O mesmo vale para objetivos empresariais, geralmente um gestor irá designar certas atividades para a sua equipe realizar e cobrará por resultados. Toda via, todo mundo sabe que na prática isso não é tão simples assim.

Pensar em metas não deve ser um processo simples, é preciso obter informações, pensar em metodologias, avaliar uso de possíveis ferramentas, entender as suas limitações individuais ou de sua equipe, entre outros.

Por isso, para te ajudar a elaborar melhor o processo de formulação de metas, irei te explicar a metodologia S.M.A.R.T, que pode ser útil tanto para sua vida pessoal, quanto profissional!

Mas afinal, o que é uma meta SMART?

S.M.A.R.T representa uma sigla, em inglês, formada pelas iniciais dos principais pontos que devem ser utilizados na hora de planejar uma meta: Specific, Menssurable, Achievable, Relevant e Time-based. Portanto, é uma ferramenta utilizada para validar qualquer tipo meta.

Em tradução literal S.M.A.R.T significa: Específico, Mensurável, Alcançável, Relevante e Baseado no tempo.

Como havia dito anteriormente, a realidade do planejamento e execução de uma meta não é um processo tão simples, justamente pelo fato de muitas vezes nos esquecermos de avaliar o quão realista e relevante é para alcançar um objetivo, e na maioria dos casos o tempo de execução não é fielmente respeitado. Por isso, é tão comum ver projetos que não apresentam o desempenho esperado ou até mesmo pessoas desistindo de realiza-los.

Antes de aprofundarmos mais em cada um desses aspectos, é importante ressaltar que desejos por si só não podem ser considerados uma meta, pois muitas vezes eles não partem de um processo lógico. Metas são objetivos que podem ser quantificados, lógicos e que possuem um prazo determinado.

Bom, então vamos explorar a seguir os principais pontos chave que você deve levar em consideração ao elaborar uma meta.

S- Específico (Specific)

Significa que sua meta deve ser específica naquilo que você se propõe a fazer, ou seja, deve ter um propósito claro. Não pode haver subjetividade, por isso, deve ser elaborada de forma bem objetiva, precisa e clara, pois isto irá impactar em muito o resultado.

Exemplo: se você deseja aumentar as suas vendas, não adianta apenas dizer que quer aumentar, você deve especificar em quanto você quer crescer nem que seja em 1%.

Tipos de perguntas para te ajudar a especificar sua meta:

  • Como será alcançada?
  • Quem será responsável?
  • O que vou alcançar com essa meta?
  • Por que tenho que realizar?

M – Mensurável (Measurable)

Você só terá real noção dos resultados, sejam positivos ou negativos, se suas ações forem mensuradas. É de extrema importância que de forma periódica as ações sejam medidas e analisadas para saber se o objetivo foi alcançado ou não.

Exemplo: se você quer aumentar a visibilidade do seu site, é preciso mensurar quantos novos visitantes você está obtendo à medida que você divulga um novo conteúdo.

Tipos de perguntas para te ajudar a mensurar sua meta:

  • O que devo mensurar?
  • Quando devo medir?
  • Qual resultado devo esperar?

A – Atingível (Achievable)

Significa que sua meta deve ser alcançável e realista, ou seja, coerente com a realidade na qual você se encontra. Sua meta deve ser desafiadora, pois se for muito difícil ou praticamente impossível você ou seus subordinados não terão incentivos para tentar alcança-la e isso se tornará um motivo para desmotivação.

Caso a meta seja muito fácil, você também pode se sentir frustado por não demandar muito esforço e não perceberá valor ou sentido em ter que realizar a atividade.

Exemplo: Imagine que você queira triplicar o faturamento da sua empresa. Não seria muito coerente caso esse objetivo tivesse que ser atingido em apenas 10 dias, seria muito mais plausível pensar em alcançar esse resultado dentro de 1 ano.

Tipos de perguntas para te ajudar a tornar sua meta mais realista:

  • Como está a situação do meu mercado?
  • Tenho recursos suficientes? (Recursos podem ser financeiros, materiais ou até mesmo humanos)
  • Tenho uma equipe qualificada/ sou capaz de fazer sozinho?

R – Relevante (Relevant)

Ao traçar uma meta você deve ter em mente os benefícios que você obterá caso consiga realiza-la. Ou seja, ela deve ser relevante para você ou sua empresa, deve ser algo que de fato te agregue um tipo de valor.

Para ser relevante você ou sua equipe deve ter o sentimento de dever cumprido e que seus esforços valeram a pena, de modo despertar o potencial e motivação de quem executa.

Exemplo: Não seria muito relevante para FriendsLab patrocinar o evento RD Summit em 2018 se este não trouxesse reconhecimento da marca e retorno financeiro.

Normalmente metas que tenham a finalidade de reduzir de custos, aumentar base de clientes ou aumentar faturamento são as mais comuns para as empresas.

Tipos de perguntas para te ajudar a tornar sua meta mais relevante:

  • Quais os benefícios que essa meta irá trazer?
  • Eu estou disposto a me esforçar para tal?
  • Vale a pena me dedicar?

T – Temporal (Time-based):

Ao traçar uma meta é de extrema importância que ela possua um prazo para ser cumprida, ela deve ter tempo definido para ser feita.  Sem uma data de entregue marcada não há incentivos para faze-la, pois ela não se torna uma prioridade e qualquer tarefa rotineira pode ser mais atraente para se fazer.

Exemplo: Aumentar as vendas de um determinado produto em 10% em três meses.

Conclusão

Estabelecer metas e objetivos não é uma tarefa fácil e requer todo um planejamento antes de ser colocada em prática. É preciso analisar quais são todos os recursos humanos, financeiros, materiais, analisar sua realidade entre outros. Além disso, para ser uma meta plausível ela deve ser desafiadora, mas alcançável , deve ter prazo para ser realizada e deve ser específica e relevante.

E você gostou da metodologia S.M.A.R.T? Conta para gente nos comentários!

Friendslab

A FriendsLab é composta por um time de profissionais que vieram de várias das empresas mais inovadoras do país e que aprenderam, colocando a mão na massa, como criar poderosas máquinas de crescimento e vendas. Atuamos no acompanhamento e no desenvolvimento das suas ações. Seja de forma consultiva apenas ou também colocando a mão na massa.

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *