Mapa de Empatia: criando estratégias com sentimento

Já pensou se você pudesse entrar na mente do seu cliente, saber o que ele realmente deseja em seus pensamentos mais profundos, e assim, conseguir oferecer um produto, serviço ou atendimento que mais se adeque ao que ele realmente quer?

Com o Mapa de Empatia isso é totalmente possível e nós te mostramos como.

Afinal, o que é esse tal Mapa de Empatia?

Antes de começarmos essa explicação, precisamos garantir que você entende o conceito de Persona. Caso ainda não saiba, nós explicamos tudinho bem aqui.

Bom, o Mapa de Empatia nada mais é que uma ferramenta visual que te permite compreender e ter uma visão clara de como a sua persona pensa e o que ela mais valoriza.

É desenvolvido através de 7 perguntas chaves, que te dão uma visão 360˚ da sua persona, mostrando como é seu dia a dia, o que ela faz e como isso afeta a sua vida.

O Mapa de Empatia não tem esse nome à toa, pois para desenvolvê-lo você precisa se colocar no lugar do seu cliente. Só assim, conseguirá entender suas verdadeiras necessidades e seus anseios.

Como fazer um Mapa de Empatia?

Esta imagem abaixo é o Mapa de Empatia e para começarmos, você pode desenhá-lo em uma folha em branco ou imprimir o nosso modelo, fazendo o download aqui.

Mapa de Empatia

Observe que os campos estão divididos em 7 perguntas e são elas que você deverá responder, seguindo a ordem.

O ponto de partida é o OBJETIVO, pois você precisa saber para onde deseja ir. Dentro dele há duas perguntas que o guiarão para que você consiga desenvolvê-lo com mais clareza.

  1. Com quem estamos sendo empáticos?

Nessa pergunta você deve começar descrevendo quem é a sua persona, em que situação ela está perante a vida e qual o seu papel nela.

  1. O que ela precisa fazer?

Você deve pensar na situação que a persona vive e, diante disso, dizer se há algo que ela precisa ou quer fazer diferente, qual decisão precisa tomar e qual é o marco que ela deve atingir para se considerar bem-sucedida no que faz.

Com o objetivo estabelecido, é hora de adentrar em todos os sentidos da sua persona (visão, fala, audição) e, por último, em sua mente, desvendando seus desejos mais profundos.

  1. O que ela vê?

Veja com os olhos da sua persona, imaginando o que ela vê em seu lar, seu trabalho e nos ambientes que frequenta, o que ela lê ou assiste e o que vê as pessoas fazendo. Pois assim, conseguirá entender onde e como sua empresa será vista por ela.

  1. O que ela fala?

Imagine-se em uma conversa com essa persona. Como ela se comunica? Sobre o que ela fala? Qual é a sua maneira de falar? Analise o que sai da boca dela, ou na era digital em que vivemos, dos dedos, quando digita.

  1. O que ela faz?

É hora de dizer sobre o comportamento da sua persona e das atitudes que tem em seu dia a dia. Descreva sua postura, a maneira como se veste, o jeito como age e também seus hobbies.

  1. O que ela escuta?

Aqui você deve pensar em tudo que a sua persona ouve, não somente em conversas ou musicalmente falando, mas também, as ideias e influências que a cercam por todos os meios de comunicação.

Agora que você já entendeu tudo o que está envolta da sua persona, chegamos à parte mais importante do Mapa de Empatia. É hora adentrarmos na mente dela e conhecermos seus sentimentos, pensamentos e ideias.

  1. O que ela pensa e sente?

Quais são suas dores? Do que ela tem medo? O que causa insegurança? O que a frustra? O que a deixa ansiosa? Descreva tudo o que possa entristecer a sua persona e a impeça de fazer o que deseja ou de ser a pessoa que ela gostaria.

Em paralelo, descreva quais são seus desejos,  suas vontades, seus sonhos e o que ela mais quer ou precisa para se sentir feliz e realizada.

E por fim, analisando suas dores e desejos, diga o que a faz ter o comportamento que tem e o que a motiva a ser como é.

Qual a relação entre o sentimento e uma estratégia de sucesso?

Munido de todas essas informações reunidas em um só quadro, como é no Mapa de Empatia, você conseguirá enxergar com clareza a sua persona e principalmente, os seus sentimentos.

Assim, poderá desenvolver uma estratégia de vendas de sucesso, oferecendo exatamente aquilo que ela valoriza. Pois, conforme a teoria do Círculo Dourado explica, as pessoas não compram O QUÊ você faz e sim, a ideia, o sentimento, o PORQUÊ você faz!

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *