Mulher e Empreendedorismo: Melhores Práticas Para Você Superar Os Desafios E Abrir Seu Negócio

Empreender, no dicionário, deveria ter como sinônimo a palavra desafio. Começar um negócio, enfrentar os altos e baixos de seu desenvolvimento e conseguir crescer em um mercado cada vez competitivo é um processo cada dia mais desafiador.

Para as mulheres que decidem empreender o desafio se torna ainda maior. Além de enfrentar as dificuldades de qualquer outro empreendedor, tende a enfrentar problemas maiores pelo simples fato de ser mulher.

Apesar de nos últimos tempos o número de mulheres empreendedoras ter aumentado (falamos sobre isso nesse post aqui – crescimento-mulheres-empreendedoras), enfrentamos obstáculos diários para nos consolidarmos e nos destacarmos em nossos mercados de atuação. Muitos deles estão diretamente relacionados a uma cultura sexista.

Independente dos desafios enfrentados, a resiliência e o foco inerente ao sexo feminino faz com que a mulher seja tão capaz e determinada em seus negócios, que somos apresentados frequentemente à empresas disruptivas, inovadoras e em amplo crescimento.

Empreendedorismo  Feminino: Conheça os desafios e saiba como superá-los

A partir do momento em que se decide empreender, a mulher tem que estar preparada para enfrentar, além de barreiras sociais e econômicas, alguns outros problemas que fazem com que o caminho para o sucesso seja ainda mais desafiador.

O aumento da representatividade feminina no mercado de trabalho tem trazido inovação nas formas de se trabalhar e novas oportunidades a serem exploradas nos negócios. As empreendedoras contribuem diretamente para o desenvolvimento do país, elas investem mais na educação de suas famílias, possibilitando o crescimento de mais pessoas. O empreendedorismo feminino tem uma força que já vem sendo expressa em termos numéricos.

Qual a situação da mulher empreendedora no Brasil?

O Global Entrepreneurship Monitor de 2017, avaliação anual do nível nacional da atividade empreendedora, que aqui no Brasil é feito em parceria com o Sebrae, mostra que mais da metade dos negócios que foram abertos são fundados por mulheres.

As mulheres empreendedoras apresentam um nível maior de escolaridade e atuam principalmente no setor de serviços. Por outro lado, a pesquisa mostra que as empresas abertas por elas têm um período de vida mais curto, consequência da menor rede de contato e da não participação em negócios maiores.

Para ver mais alguns dados da pesquisa, basta acessar esse link aqui: Pesquisa empreendedorismo no Brasil 

 Os principais desafios que afastam a mulher do empreendedorismo

Apesar da sua determinação em fazer o negócio dar certo, a mulher ainda enfrenta vários desafios, frequentes no meio empresarial. Vamos citar alguns deles:

Preconceito: a falta de confiança resultante do ambiente externo, que a todo momento diz para a mulher que ela não é capaz, não é barreira para as desanimar, mostrando que com o seu talento elas vão conseguir e jamais irão desistir.

Falta de apoio: a falta de apoio dos familiares e principalmente do parceiro faz com que elas não tenham o impulso inicial para começar o negócio. Junto disso, muitas instituições financeiras também fecham as portas para investir nas suas ideias.

Conciliar responsabilidades: por mais que sejam habilidosas no que fazem, as mulheres empreendedoras são muito mais exigidas, pois além das obrigações profissionais e responsabilidades do negócio, são muito cobradas no âmbito familiar.

Escolher qual negócio abrir: muitas mulheres têm dificuldade em escolher um modelo que seja compatível com seus sonhos, e por isso demoram um pouco mais a acertar o negócio. Até chegar em um negócio que esteja de acordo com seus anseios, objetivos profissionais e que atenda a suas necessidades, elas passam por diversas provações.

Fazer networking: por se relacionar menos no âmbito dos negócios, como consequência a mulher tem uma construção mais lenta de uma rede de relacionamento em torno dos seus negócios, e, como bem sabemos, precisamos de uma rede que nos ajude a crescer.

Delegar tarefas: isso, independente do sexo, é um desafio do empreendedor. É preciso aprender a descentralizar as tarefas, saber qual demanda é a mais importante e urgente, e focar no que é estratégico ao negócio e as demais atividades delegar.

 A importância do empreendedorismo feminino para o mercado brasileiro

Em recente pesquisa realizada pela Fundação Getúlio Vargas, a partir de dados coletados pelo IBGE, nos mostra que a participação da mulher no mercado durante a crise obteve melhores resultados que dos homens. As mulheres são responsáveis por melhorar a renda do ciclo familiar como um todo, pois empregam e dão oportunidade para aqueles que vivem no seu entorno.

Ainda de acordo com a Global Entrepreneurship Monitor de 2017, as mulheres são maioria (51%) na abertura de novos negócios, mas, como citado acima, ainda perdem na questão da longevidade do negócio. Os motivos para isso acontecer, além dos desafios que citamos acima, são as dificuldades enfrentadas para conseguirem financiamentos, pois, mesmo empreendendo, as mulheres apresentam renda menor que os homens.

De acordo com estimativas recentes, a paridade econômica de gênero poderia acrescentar cerca de 2,8 trilhões de dólares ao PIB mundial. Independente da abordagem aqui tratada em relação à equidade de gênero, não há argumento melhor do que o potencial econômico que desperdiçamos com a não valorização da mulher nos negócios.

Conheça os principais programas de incentivo para você empreender!

Sei quem há um longo caminho entre uma boa ideia, estruturar um negócio e o deixar funcionando da maneira com a qual idealizou. Nem todos estão prontos para trilhar essa jornada, e algumas ideias acabam não saindo do papel. Quero dar algumas sugestões de programas e empresas que podem ajudar você a empreender.

Sebrae: O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) é uma entidade privada sem fins lucrativos. É um agente de capacitação e de promoção do desenvolvimento, criado para dar apoio aos pequenos negócios de todo o país. Desde 1972, trabalha para estimular o empreendedorismo e possibilitar a competitividade e a sustentabilidade dos empreendimentos de micro e pequeno porte. (copiei do próprio site do Sebrae, tem algum problema de plágio?)

Endeavor: A endeavor é uma organização global, sem fins lucrativos, que oferece condições, através de cursos gratuitos, para que empreendedores possam exercer todo o seu potencial. Movimenta o o poder público para pavimentar um ambiente de negócios mais favorável para as empresas.

Rede Mulher Empreendedora: é uma rede de apoio ao empreendedorismo feminino que ajuda, por meio de workshops e networking a outras mulheres a enfrentar os desafios do empreendedorismo.

Conheça mulheres empreendedoras para se inspirar!

Em um outro post, falei de alguns fatores de atração que levam as mulheres a empreender. Um deles é o aumento de mulheres bem-sucedidas que inspiram outras a trilhar o mesmo caminho. Tenho algumas referências de mulheres empreendedoras (algumas inusitadas) e gostaria de compartilhar algumas com vocês, e o porquê as admiro.

Luiza Helena Trajano: fundadora do Magazine Luiza, ela possui destaque no varejo por ter ideias inovadoras e pela proximidade que tem com clientes e funcionários. Com ela podemos aprender que ter uma boa ideia não adianta nada se não a executarmos.

Anitta: apesar de algumas polêmicas em torno da sua imagem, não podemos negar a estrategista que ela é. Sua determinação para alcançar o mercado internacional e a maneira como executou esse desejo serve de lição para muitas de nós, que muitas vezes temos medo até dos nossos sonhos grandiosos.

Camila Coutinho: para quem não conhece, ela é a responsável pelo Garotas Estúpidas, um dos primeiros blogs de moda do Brasil. Em seu livro, ela conta como sua visão de empreendedora fez com que um hobby adolescente a faz faturar milhões por ano e empregar diversas pessoas. Falei um pouco das minhas impressões sobre a visão dela de negócios nesse post aqui:Resenha “Estúpida, eu? – livro da Camila Coutinho.

1 Comentário

  1. Sayure D. Santos

    Muito bacana seu post, irei acompanhar as novidades deste Blog. Este tipo de assunto tem me ajudado bastante, confesso. Gratidão!

    Responder

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *