Por que criar uma identidade visual para uma empresa?

Quando você pensa em uma empresa, geralmente, duas coisas podem vir à cabeça: um produto ou serviço que você adora (ou odeia – no pior dos casos) ou a imagem visual da empresa.

E é por isso que a identidade visual da sua empresa é tão importante: quando ela é marcada e bem definida, ela tem maior chance de ser lembrada e a marca top of mind, ou seja, a primeira opção do consumidor. Ela é o cartão de visitas da sua marca, antes mesmo que o consumidor seja, de fato, um cliente.

O que é identidade visual?

A identidade visual pode ser vista como parte da personalidade da sua empresa. Afinal, ela é quem vai compor todos os elementos que os consumidores vão visualizar na sua marca.

Mas, vamos com calma. É comum que marcas que estejam começando a trabalhar talvez não conheçam esse conceito e ele é imprescindível para separar as marcas bem definidas das marcas passageiras.

A identidade visual representa o conjunto de elementos visuais da sua empresa, indo desde a ideia e até a construção final, como a fachada de uma loja física, por exemplo. Muitas vezes as pessoas acreditam que a criação da marca é composto unicamente do logotipo, mas, na verdade, ele é um só um pedaço pequeno dentro do contexto geral da identidade visual.

Por que ter uma identidade visual poderosa para minha empresa?

Antes, vamos fazer um exercício: qual a primeira marca vem à sua cabeça quando o assunto é refrigerante? Provavelmente você pensou na Coca-Cola, certo?

Uma identidade visual marcante é ideal para você ser lembrado e apresentar confiabilidade ao seu cliente. É por isso que grandes marcas como a Coca-Cola ou Starbucks investem tanto em branding: a identidade visual de ambas é tão forte e marcante que o consumidor lembra delas até mesmo quando o assunto não são elas. E isso as faz decidir por consumir essas marcas, mesmo que indiretamente.

Agora que você entende o poder de uma identidade visual poderosa para sua empresa, vamos falar dos pontos essenciais que você precisa estudar para a criação dessa marca:

1. Analise a personalidade da sua marca e crie um briefing

É muito importante que as marcas tenham uma comunicação bem alinhada e concisa e isso também envolve a identidade visual. Para isso, pense em como a sua marca vai se comunicar, como você gostaria que as pessoas vissem a sua marca e com qual público ela vai criar uma relação.

Analisar a sua persona é fundamental antes da criação da sua identidade visual, afinal, se você vai vender motos antigas, dificilmente você irá conversar com o seu público se a sua identidade visual for divertida como à de uma sorveteria, por exemplo.

2. Pesquise, faça um brainstorm e crie um conceito

A segunda etapa mais importante é começar a colocar no papel as várias ideias que estarão na sua cabeça.

Depois de pesquisar melhor a sua persona e criar um briefing, anote todas as ideias que vieram a sua cabeça, até mesmo as que pareçam ruins. Bons resultados podem surgir de ideias ruins.

3. Quais cores, formas e fontes traduzem a personalidade da sua empresa

Existem diversas opções de como aplicar o conceito que você esboçou no passo anterior. Por isso é importante pensar e procurar referências de quais elementos, cores, formas e fontes você acha que traduzem esse conceito.

Salve essas referências, elas serão importantes para trazer pro real a sua imaginação sob a marca.

4. Qual o seu diferencial perante os seus concorrentes

Para uma empresa ser referência para os seus consumidores é necessário mais que só uma identidade marcante. Você precisa pensar qual será o seu diferencial de serviço ou produto.

Essa é uma forma de encaixar a sua marca naquele espaço da cabeça do cliente que ele ainda não encontrou uma marca favorita ou está estremecido e você é a solução.

Agora que você levantou esses pontos é hora de botar a mão na massa!

Ficou alguma dúvida? Comente aqui e deixe a FriendsLab te ajudar.

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *