Como criar a persona para o seu negócio

Uma das problemáticas do marketing digital, se podemos chamar de problema, são as inúmeras possibilidades de vendas que são abertas e a gente se perder nesse mundão de potenciais consumidores.

Como a gente vai conseguir conversar como uma única pessoa? Bem, para isso a FriendsLab já lhe deu a solução: através da criação da sua persona, você irá economizar energia e tempo em criar uma estratégia bacana de marketing.

Se você não lembra quem é “essa tal persona”, você pode ver este vídeo ou, se preferir, pode ler o nosso post sobre quem é a persona! Mas, de forma resumida, persona é uma representação semi-ficcional do cliente ideal para sua empresa/marca.

Agora que você relembrou, ou aprendeu agora, quem é a persona, está na hora de criar a sua!

Como criar a persona

Primeira coisa a saber: quando você for criar a sua persona, se você usar as expressões “eu acho”, “talvez seja” ou “pode ser”, você está indo pelo caminho errado. Nada de ‘achismos’, suposições estão proibidas!

Faça as perguntas certas

Pode ser trabalhoso no início, mas criar a persona significa fazer um perfil completo daquele cliente que irá consumir o seu produto e marca.

Então: quem é essa pessoa?

Sabemos que você está se perguntando quem irá lhe responder. Se você tem já uma base de clientes, aí está a melhor fonte de respostas. Ninguém melhor que seu público para te dar as informações que você precisa. Caso não tenha, consulte prováveis clientes, pessoas com interesse e potencial para ser um consumidor de seu produto e/ou serviço.

Essa pequena entrevista que você fará, deverá fornecer dados sobre diversos aspectos da vida dessa pessoa. Olha a nossa sugestão de divisão temática, digamos assim:

Pessoal:

  • Nome;
  • Idade;
  • Estado civil;
  • Filhos;
  • Formação acadêmica;
  • Hobby;
  • Como se mantém informado;
  • Hábitos de compra

Profissional:

  • Cargo (ocupação);
  • Ramo de atividade;
  • Qual o tamanho da empresa em que trabalha;
  • Qual o desafio no trabalho

Essas são algumas sugestões de perguntas, obviamente, você pode aprofundar mais tanto no campo pessoal: saber os objetivos de vida, quais as responsabilidades que ele tem sobre a família etc.

Saber sobre os hábitos de compra é um ponto importantíssimo a ser observado. Saber que tipo de conteúdo essa pessoa consome, o que ela busca como fonte de informação e onde busca. Tudo isso será de extrema importância para você alinhar à sua estratégia de marketing de conteúdo e inbound marketing.

Análise dos dados

Após as entrevistas – uma sugestão, caso não queira ou não possa realizar a coleta de dados presencialmente é disponibilizar um questionário on-line – é hora de analisar as respostas e, no caso de já possuir uma base de clientes, comparar as informações.

Analise respostas comuns, hábitos semelhantes e, principalmente, os anseios que mais aparecem, às vezes de forma inconsciente durante as respostas. É importante notar um padrão nas informações.

Caso você não perceba, ou não exista um padrão, pode ser que a sua pesquisa não tenha sido eficiente, ou então, a sua empresa ainda não possua um perfil definido de cliente ideal.

Mas não se desespere. Lembre-se que antes de criar a sua persona, você, provavelmente, baseava-se em um público-alvo, sua estratégia de venda era diferente do que está implantando. A sugestão é buscar mais dados, ou seja, mais entrevistas ou, em último caso, reestruturar a sua pesquisa.

Dê vida a persona

Dados analisados, informações relevantes coletadas, é hora de dar vida a essa persona. Pode parecer bobagem, mas ao dar vida à persona, você conseguirá dialogar com sua audiência de forma clara.

E você não estará conversando com dados, crie uma história de vida dessa persona. Ao fazer esse exercício criativo, você compreenderá as dores e anseio daquele cliente ideal que você busca.

Saber como a persona se comporta, quais as expectativas com relação a um produto ou serviço, garantirá que a sua empresa possa oferecer além do esperado.

Com certeza, a criação de persona te dará uma visão mais ampla do mercado e entendimento do comportamento do consumidor. Com essas dicas, você está apto a criar a sua persona e oferecer conteúdos engajadores.

Claro que você poderá, adiante, criar novas estratégias e novas personas, conforme o posicionamento de mercado. Lembre-se de sempre fazer o questionamento correto, acrescente perguntas, faça histórias de vida completa, faça com que a sua persona seja a sua guia.

Em casos de dúvida, não deixe de nos perguntar! Deixe nos comentários o que você achou do conteúdo e como você pretende criar a sua persona. Ah! E se você já tiver a sua persona, apresente-a para a Friends!

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *