Canais De Venda: Melhores Práticas Para Cada Um Deles!

E-commerce, telemarketing, sistema de afiliados, pontos de venda… ufa! São tantos canais de venda que ficamos até mesmo perdidos, né? A situação pode ficar ainda mais complexa se pararmos para pensar em estratégias como inbound e outbound marketing!

E bem, o grande desafio de todo gestor é justamente o de decidir em quais canais de venda sua empresa estará. Afinal, muitas marcas não podem estar em todas e pra grande maioria delas não seria nem mesmo vantajoso estar em qualquer local!

Para saber onde e como se posicionar, é preciso ter uma estratégia de marketing bem definida, com indicadores de venda que possam guiar suas ações. E claro, para isso você precisa saber o que são os canais de venda, conhecer alguns deles e fazer suas escolhas.

Quer uma ajudinha? Então continue lendo este artigo e entenda tudo sobre o assunto!

O que são canais de venda?

No marketing tradicional, os livros sempre falam nos famosos 4 Ps: preço, praça, produto e promoção. Pensando nessa lógica, o canal de venda seria basicamente a praça, ou seja, o local onde o seu produto ou serviço está sendo exposto para o público.

No âmbito físico, temos vários ambientes tradicionalmente conhecidos, como lojas e estabelecimentos (pontos de venda). Consultórios de médicos, advogados e contadores também podem ser considerados praças físicas.

Trazendo essa ideia para o âmbito digital, também podemos entender os canais de venda como as mídias ou plataformas que hospedam o seu produto. Dentre elas, podemos listar os sites, as redes sociais, os marketplaces etc.

No entanto, dentro dos 4 Ps, os canais de venda não se limitam à praça. Como dito, esse é apenas o básico, pois eles também podem ser a promoção, sendo o modo com que os consumidores conhecem determinado produto ou serviço.

No âmbito físico, podemos pensar nos outdoors, panfletos, anúncios em jornais etc. Enquanto isso, no âmbito virtual temos o Google Ads, as estratégias de venda com afiliados, SEO etc. Isso é claro, sem nos esquecermos do outbound e inbound marketing!

Em resumo, os canais de venda podem ser tanto o local, mídia ou plataforma que um determinado produto ou serviço está sendo mostrado, quanto a publicidade feita para que esse mesmo produto ou serviço seja exposto ao público potencial. Legal, né?

Conheça 7 canais de venda para vender mais!

Agora que você já sabe o que são os canais de venda, vamos entender um pouco mais sobre alguns deles. Aqui resolvemos listar 7 que achamos bem legais para mostrar pontos positivos, negativos e, claro, sempre dando algumas dicas sobre! Vamos começar?

Canal de Venda #1: Ponto de Venda

Os pontos de venda, ou PDVs, são físicos e podem ser lojas próprias, franquias (Bob’s Starbucks etc) ou distribuidoras (concessionárias de carros). O grande ponto positivo dos PDVs são a autoridade e o controle, mas o ponto negativo é o alto gasto com funcionários, manutenção da loja etc.

Nesse canal de venda, o mais importante é começar com uma boa reserva financeira e ter uma estratégia de vendas bem detalhada. Afinal, o investimento é alto e pode dar muitos resultados, mas qualquer tropeço pode te fazer perder muito dinheiro!

Canal de Venda #2: E-commerce

O e-commerce é como um PDV virtual da seu empreendimento. Nele, você pode expor seus produtos ou serviços sem precisar manter um local físico com funcionários, o que pode ser um grande ponto positivo. Por outro lado, a divulgação pode ser muito complicada se você não tiver noções de inbound e outbound marketing.

Vale ressaltar que nesse canal de venda você precisará de muitos serviços de terceiros que podem estar em outra parte do país (desenvolvedores, agências, servidores etc). Portanto, a nossa principal dica é trabalhar com empresas de confiança para que seu e-commerce não sofra problemas e cresça bastante!  

Canal de Venda #3: Mídias Impressas

Se já falamos de praça, que tal falarmos de promoção? As mídias impressas são os panfletos, veiculação de propaganda em jornais e revistas etc. Os pontos positivos podem variar, tais como o custo baixo dos panfletos e a autoridade nos jornais. Mas o grande ponto negativo é a dificuldade para mensurar os resultados.

Já que estamos no mundo virtual, uma boa dica para muitos negócios é usar esse canal de vendas como uma mídia de apoio. Afinal, você pode fazer campanhas virtuais muito legais que te darão indicadores de venda ou de resultados muito precisos. Enquanto isso, você pode utilizar o meio impresso para branding ou apoiar o seu negócio.

Canal de Venda #4: Google Ads

Agora entrando na promoção virtual, temos o Google Ads. Com ele, você pode mostrar seus produtos ou serviços no Google e nos seus parceiros. A sua  grande vantagem é que, tradicionalmente, ele é um ótimo canal de vendas. Ou seja, é ótimo para estratégias de fundo de funil. No entanto, o uso da plataforma pode ser um pouco complicado para muitas pessoas.

Nossa dica aqui é trabalhar com profissionais qualificados ou fazer um curso antes de se aventurar na plataforma para que você não perca dinheiro. Ah, além disso, vale ressaltar que o próprio Google te dá um cupom de desconto ao criar sua  primeira conta. Entre em contato com o suporte para utilizá-lo!

Canal de Venda #5: Telemarketing

Tradicionalmente também temos o telemarketing como um método de promoção. Sua grande vantagem está no contato direto por se tratar de uma ligação telefônica que pode convencer o cliente a adquirir algo. No entanto, sua desvantagem reside no mesmo fator, pois muitas pessoas se incomodam com esse contato telefônico.

Aqui, a grande dica é ter uma equipe de vendas muito bem treinada e que entenda perfeitamente as dores e necessidades do público alvo. É preciso capacitar esse time para que a estratégias de vendas seja boa, fazendo com que o cliente enxergue valor naquela ligação.

Canal de Venda #6: Redes Sociais

Muitas empresas já utilizam Facebook, Instagram, LinkedIn e outras redes sociais para vender mais. Seu ponto positivo é que, tradicionalmente, as redes sociais são ótimas para gerar branding e engajamento. Afinal, elas têm muitas informações sobre o público que as utiliza. Seu ponto negativo também está na dificuldade de uso das ferramentas, assim como o Google Ads.

No entanto, nesse canal de venda, vale ressaltar que você pode ter resultados expressivos a custos muito baixos! Você pode se surpreender bastante ao estudar sobre segmentações e entender o seu público alvo para criar campanhas que gerem valor.

Canal de Venda #7: E-mail Marketing

Muitas pessoas pensam que o e-mail morreu, mas na verdade o que temos hoje é o oposto disso. Afinal, quem não acessa sua caixa de entrada quase que diariamente? Assim como o telemarketing, campanhas de e-mail marketing são um contato direto e, por isso, tendem a ter resultados muito positivos.

Seu ponto negativo está no tempo para dar algum retorno. Isso porque você precisa construir uma lista de e-mails para depois vender e conseguir lucrar com ela. Logo, esse pode não ser o melhor canal de venda para negócios que precisam de algo rápido.

Sendo assim, a nossa dica é utilizar o e-mail marketing desde o início para ir construindo sua audiência aos poucos. Assim, enquanto sua empresa vai crescendo, sua lista segue o mesmo ritmo. E, depois de algum tempo, o e-mail será uma grande arma ao seu favor!

Qual é o melhor canal de venda?

Em uma resposta rápida: depende. Nenhum negócio é igual ao outro, então não existe uma fórmula de bolo pronta na qual podemos te indicar qual canal de venda é certo e qual é o errado. Tudo depende muito do seu público, de onde ele está e de como ele se comporta.

Além disso, vale a pena pensar no seu background e no seu orçamento. Você tem contatos que podem te impulsionar em algum canal de venda offline? E lojas parceiras? Será que elas poderiam hospedar o seu produto de uma forma atraente para o público?

Mas e em relação ao orçamento? Ele é muito baixo para investir em um telemarketing? Será que anunciar nas redes sociais não seria uma boa escolha nesse cenário? E o Google Ads? Marketing de conteúdo também é gratuito, será que é uma boa opção?

Tudo é muito variável e depende da estratégia de venda de cada empreendimento. Sendo assim, é importante pensar caso a caso, criar um plano de negócios e elaborar os passos que farão a sua empresa vender mais!

Conclusão

Lembre-se que cada canal de venda é uma ponta do seu empreendimento. Logo, quanto mais forem escolhidos, mais tempo você gastará trabalhando em cima deles e, em alguns casos, mais dinheiro será gasto. Logicamente, todo orçamento e horas de trabalho gastos são investimentos, mas é preciso fazer escolhas sábias!

Sendo assim, pense bastante ao optar por determinada estratégia de venda. Demore o tempo que for necessário, mas dê um passo de cada vez para fazer a escolha mais assertiva possível. Dessa maneira, a sua empresa venderá mais e apenas colherá os frutos de um bom planejamento!

Gostou do artigo? Acompanhe nosso blog para saber mais sobre esses e outros assuntos relacionados ao marketing digital!

Friendslab

A FriendsLab é composta por um time de profissionais que vieram de várias das empresas mais inovadoras do país e que aprenderam, colocando a mão na massa, como criar poderosas máquinas de crescimento e vendas. Atuamos no acompanhamento e no desenvolvimento das suas ações. Seja de forma consultiva apenas ou também colocando a mão na massa.

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *